92% dos usuários da Bíblia dizem que as Escrituras transformaram suas vidas, mostra estudo


Bíblia Sagrada
Bíblia Sagrada

Mais de 90% dos americanos que lêem a Bíblia dizem que sua mensagem transformou suas vidas, de acordo com uma nova pesquisa da Sociedade Bíblica Americana, que também revelou que as Escrituras também têm um impacto positivo em muitos não leitores.

O estudo descobriu que 92% dos usuários da Bíblia – definidos como aqueles que leem as Escrituras três ou quatro vezes por ano fora da igreja – dizem que “a mensagem da Bíblia transformou minha vida”.

“Em última análise, o Uso da Bíblia não é apenas abrir um livro ou um aplicativo”, disse uma análise da Sociedade Bíblica Americana. “Trata-se de interagir com Deus. E quando as pessoas se conectam com Deus nas Escrituras, suas vidas mudam, suas atitudes mudam, seus valores mudam.”

Surpreendentemente, 38% dos usuários não bíblicos também concordam com a afirmação de que “a mensagem da Bíblia transformou minha vida”, descobriu a pesquisa. Os 38% equivalem a cerca de 60 milhões de pessoas nos EUA que dizem que não leem a Bíblia, embora isso os tenha impactado, disse a Sociedade Bíblica Americana.

“Algumas dessas pessoas frequentam a igreja ocasionalmente e podem receber a mensagem transformadora lá”, disse o relatório. “Outros podem ter sido transformados pela Bíblia em experiências passadas, embora aparentemente tenham interrompido sua leitura pessoal da Bíblia. Talvez alguns tenham um amigo ou membro da família falando a verdade bíblica para eles.

“De qualquer forma, é notável que uma parcela tão considerável daqueles que não estão lendo muito a Bíblia digam que foram transformados por ela”, acrescentou o estudo.

O estudo também perguntou aos usuários da Bíblia sobre seus métodos de leitura das Escrituras. Cerca de metade (48%) disse que lê alguns versículos de cada vez. Isso foi seguido por: ler passagens “com base no meu humor” (40%), ler capítulos completos ou histórias (32%), usar um cronograma, plano ou programa (26%) e ler no mesmo horário todos os dias (22%).

Os homens eram mais propensos a ler capítulos inteiros ou histórias da Bíblia de uma só vez do que as mulheres, que preferem todos os outros métodos de leitura da Bíblia.

Divididos por idade demográfica, a maioria dos adultos com 58 anos ou mais (75%) e adultos com idades entre 18 e 57 anos (65%) relatou ter lido uma Bíblia impressa no mês anterior à coleta da pesquisa. A maioria dos usuários mais jovens da Bíblia adotou os aplicativos da Bíblia (53%) e procurou conteúdo relacionado à Bíblia na internet (57%) nos meses anteriores, enquanto 35% de seus colegas mais velhos usaram os dois métodos mencionados para interagir com a Bíblia.

O estudo foi o último lançamento do relatório “Estado da Bíblia: EUA 2022“, da Sociedade Bíblica Americana.

Folha Gospel com informações de Christian Headlines



Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais