Cristãos na Zâmbia ouvem a Bíblia em sua língua pela 1ª vez


Cristãos lendo a Bíblia na Zâmbia
Cristãos lendo a Bíblia na Zâmbia

Cristãos na Zâmbia ouviram e leram a Bíblia em sua língua nativa pela primeira vez, recentemente.

Na cidade de Mansa, os crentes dançaram de alegria após ouvirem o Novo Testamento em Aushi. “É como se Deus estivesse falando nossa língua”, disse Henry Mumba, um pastor local que está liderando a tradução das Escrituras em Mansa.

Aos 58 anos, Mumba, que se converteu através de missionários, viu pela primeira vez uma Bíblia em seu idioma materno.

Segundo o pastor, o Novo Testamento é a primeira obra escrita do Aushi, uma língua apenas falada. “Nós nunca tivemos nada antes”, explicou.

Hoje, há mais de 5 mil tradutores na Zâmbia trabalhando para traduzir a Bíblia em 20 idiomas nativos, em um projeto da Wycliffe Associates.

A igreja em Livingston também celebrou a chegada dos Novos Testamentos na língua Laya.

“Quando você lê em seu próprio idioma, o entendimento que você tem ou traz para as pessoas é tão claro. E tem um grande impacto espiritual em suas vidas”, disse o pastor Buster Paul Tembo, que lidera os esforços de tradução na cidade.

“Nosso país tem 73 idiomas. E apenas sete foram considerados idiomas oficiais. Esses foram os únicos que tiveram as Escrituras traduzidas”, acrescentou.

De acordo com estudiosos, estima-se que há 7 mil idiomas falados em todo o mundo, línguas orais que não possuem a forma escrita.

Menos de 800 desses idiomas não possuem a Bíblia completa traduzida. A maioria são línguas de lugares de difícil acesso na África, Ásia e do Indo-Pacífico.

“Quando você vê o campo, você vê a necessidade das Escrituras. As pessoas estão morrendo todos os dias sem conhecer o Senhor. E então a urgência para nós está realmente lá, em termos de poder seguir em frente”, afirmou Simoun Ung, presidente da Wycliffe Associates.

Fonte: Guia-me com informações de CBN News

SIGA O FOLHAGOSPEL NO INSTAGRAM: @FOLHAGOSPEL



Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais