Igreja Deus é Amor: Léia Miranda é desmentida pela própria mãe


Ereni Miranda, viúva do fundador da Igreja Deus é Amor, David Miranda.
Ereni Miranda, viúva do fundador da Igreja Deus é Amor, David Miranda.

Por meio de um vídeo publicado nas redes sociais oficiais da Igreja Pentecostal Deus é Amor (IPDA), Ereni Miranda, presidente da instituição, desmentiu a própria filha, Léia Miranda, e defendeu a diretoria da igreja.

– A minha filha Léia cometeu um erro bem grande. Não estou falando daquele vídeo não. Mas na quinta-feira passada, ao invés dela orar e entregar tudo nas mãos do Senhor, ela foi ao púlpito e isso não resultou em boa coisa – disse Ereni.

A viúva do reverendo David Miranda declarou que a diretoria não é corrupta; e se colocou à disposição para comprovar o que afirma para qualquer membro que estiver com dúvidas sobre a conduta da direção.

Outro ponto comentado pela matriarca da IPDA é sobre a denúncia de que há membros da diretoria envolvidos com maçonaria. A afirmação também partiu de Léia Miranda.

– Ela errou porque estava irada. Eu sempre aconselho meus filhos a não cometerem esse erro e não fazerem nada na hora da ira. Ela fez uma rebelião – comentou.

A filha dos fundadores da denominação foi disciplinada pela direção da igreja após o vazamento de um áudio com uma conversa íntima supostamente entre ela e um pastor de Florianópolis.

Descontente com a decisão, Léia Miranda tentou eleger uma nova diretoria para cancelar a decisão. Mas foi impedida com a chegada da polícia.

O vídeo da IPDA não pode ser compartilhado por outros sites. Para assisti-lo clique aqui.

Fonte: Pleno News

SIGA O FOLHAGOSPEL NO INSTAGRAM: @FOLHAGOSPEL



Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais