Justiça manda apagar canais do Youtube por intolerância religiosa


Agentes da Polícia Federal prendem o pastor Tupirani da Hora Lores
Agentes da Polícia Federal prendem o pastor Tupirani da Hora Lores

A 29ª Vara Federal do Rio de Janeiro determinou que o Google retire do ar quatro canais evangélicos do Youtube por promoverem discurso de ódio e intolerância religiosa.

A determinação saiu nesta segunda-feira, 5, após ação movida pelo Ministério Público Federal (MPF) contra os perfis Geração Jesus Cristo, Geração ao Vivo, Geração de Mártires e Geração de Mártires ao Vivo.

Todos os canais são ligados à mesma instituição religiosa: a Igreja Pentecostal Geração Jesus Cristo, liderada pelo polêmico pastor Tupirani da Hora Lores.

Tupirani já chegou a ser condenado pela Justiça Federal a 18 anos e 6 meses de prisão por crimes de racismo e ódio contra judeus.

Em culto transmitido pela internet, ele afirmou que “judeus deveriam ser envergonhados como foram na 2ª Guerra Mundial”. Em outras ocasiões, ele discursou contra religiões de matriz africana, pessoas LGBTQIA+ e negros.

“Em um Estado laico como o Brasil, devem ser reprimidas as condutas que tendem à intolerância religiosa”, afirma a decisão proferida pela juíza federal Sandra Meirim Chalu Barbosa de Campos.

O Google tem até de cinco dias para excluir os perfis, sob pena de multa diária a ser definida.

Fonte: Veja



Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais