Léia Miranda vence processo contra a Igreja Deus é Amor


Pastora Léia Miranda, da Igreja Deus é Amor
Pastora Léia Miranda, da Igreja Deus é Amor

A evangelista Léia Miranda, da Igreja Pentencostal Deus é Amor, entrou com uma ação na Justiça contra a Diretoria Executiva da igreja. A instituição é presidida por Ereni Miranda, mãe da religiosa.

No processo, a defesa da evangelista pediu a produção antecipada da prova, ou seja, que a diretoria da igreja entregue os arquivos de áudio/vídeo em que ela supostamente aparece numa conversa íntima com o pastor Paulo Elias.

Segundo o portal O Fuxico Gospel, Léia Miranda venceu o processo judicial. O pedido foi deferido nesta quinta-feira, 17, pela juíza Daniela Dejuste de Paula, da 29ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo, atendendo a defesa da evangelista.

“Defiro a produção antecipada da prova, porque verificado fundado receio de que venha a tornar-se impossível ou muito difícil a verificação dos fatos narrados no processo principal. Cite-se e intime-se a parte ré para apresentar os arquivos pretendidos, cientificando-lhe que este procedimento não admite defesa ou recurso”, determinou a juíza.

Esta é a primeira vitória de Léia sobre a diretoria da Igreja Deus é Amor, isso porque, desde que a polêmica veio à tona, deu-se início a uma guerra entre a diretoria da igreja e Léia Miranda, que está afastada das suas funções.

Segundo ela, a diretoria, que tem em sua composição, sua irmã, a vice-presidente Débora Miranda, e sua mãe, a presidente Ereni Miranda, enviou para ela um comunicado informando um tempo de disciplina de 5 anos.

Léia Miranda, filha do saudoso missionário e fundador da Igreja, David Miranda, esclareceu que o seu afastamento das funções, não foi por causa da polêmica envolvendo o áudio íntimo, mas por insubordinação, ou seja, desobediência a um superior.

Processo: 1117399-58.2022.8.26.0100

Fonte: Portal do Trono com informações de Fuxico Gospel



Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais