Maioria dos pastores nos EUA incentiva fiéis a se envolverem no Halloween


Crianças vestidas com roupas do Dia das Bruxas
Crianças vestidas com roupas do Dia das Bruxas

Como a maioria dos americanos celebra o Halloween, a maioria dos pastores incentivam o envolvimento da Igreja de algumas formas bem específicas.

Como mostra uma pesquisa realizada nos EUA, pela Lifeway Research: “Mais de 7 pastores em cada 10 (71%) dizem que incentivam os membros da igreja a convidar amigos ou vizinhos para eventos da igreja, no dia do Halloween.

Quase 3 em cada 5 (58%) dos pastores dizem que querem que os membros da igreja construam relacionamentos com vizinhos que comemoram o Halloween. E 1 em cada 3 (34%) incentivam os fiéis a distribuir folhetos evangelísticos para as pessoas que pedem doces ou travessuras.

Pastores que rejeitam o Halloween

De acordo com outra pesquisa, mais de 3 em cada 4 (78%) dos americanos estão planejando comemorar o Halloween este ano, conforme aponta o Numerator. Mas nem todos os pastores querem que os membros de sua igreja participem.

A Lifeway Research descobriu que pouco mais de 1 em cada 8 (13%) dizem que incentivam as pessoas em suas congregações a evitar completamente o Halloween.

E outros 8% simplesmente ignoram a data e não incentivam os membros de sua igreja a fazer nenhuma dessas coisas. “São poucos os pastores que simplesmente ignoram o fato de que tantos americanos participam das celebrações do Halloween”, disse Scott McConnell, diretor executivo da Lifeway Research.

Natureza social das celebrações

“A maioria dos pastores se concentra na natureza social dessas celebrações, incentivando suas congregações a se envolverem com outras pessoas fora de sua igreja”, explicou Scott.

Uma comparação feita entre os anos de 2016 e 2022, mostra que a tendência é que os líderes cristãos incentivem os fiéis a se envolverem com a data. “Enquanto 26% dos pastores encorajaram na distribuição de folhetos, em 2016, neste ano 1 em cada 3 (34%) dos pastores estão fazendo o mesmo.

À medida que as igrejas continuam a se recuperar do impacto da pandemia por Covid 19, muitas podem estar tentando se reconectar com seus membros e comunidades e ver o Halloween como uma oportunidade ideal para esse envolvimento.

Evitando o Dia das Bruxas

A pesquisa concluiu também que os pastores mais velhos, aqueles com mais de 65 anos, estão entre os mais propensos a incentivar suas igrejas a evitar completamente o Halloween (20%).

Eles são os mais propensos também a não incentivar suas igrejas a responder ao feriado de qualquer uma das maneiras mencionadas na pesquisa (14%).

Já os pastores afro-americanos também estão entre os mais propensos a encorajar os membros de sua igreja a evitar o feriado (32%) ou não encorajar suas congregações em qualquer direção em relação ao feriado (19%).

Em termos de tamanho da igreja, os pastores de igrejas com menos de 50 pessoas estão entre os mais propensos a encorajar suas congregações a evitar completamente o Halloween (16%).

Fonte: Guia-me com informações de Lifeway Research



Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais