Mais de 2.000 pessoas aceitam Jesus em evento com Franklin Graham, na Mongólia


Franklin Graham prega em evento na Mongólia. (Foto: Associação Evangelística Billy Graham)
Franklin Graham prega em evento na Mongólia. (Foto: Associação Evangelística Billy Graham)

Diversas caravanas dos distritos vizinhos e do interior de Ulaanbaatar, na Mongólia, levaram milhares de pessoas, de carro e de ônibus, a Steppe Arena, onde aconteceu uma cruzada evangelística da Associação Billy Graham.

O evento contou com 17.000 pessoas participando presencialmente e outras 18.000 assistiram ao Festival online.

Segundo relatos divulgados pela AEBG, muitos estavam curiosos sobre Jesus: “Alguns vieram pela música. Mas cada um partiu sabendo o quanto são valiosos para Deus”.

Franklin Graham, que conduziu o evento, deixou isso claro na última noite do Festival da Alegria na Mongólia. “Você é importante para Deus”, disse ele. “Deus te ama.”

Ele pregou no domingo à noite sobre Lucas 19, que relata a história de Zaqueu, o cobrador de impostos que abandonou seu pecado e começou a seguir Jesus. “Jesus parou por Zaqueu”, disse Franklin Graham. “Ele o chamou pelo nome. Ele sabe o seu nome.”

Alguns dias antes do evento, Chuluu* estava no Zaison Memorial, que homenageia soldados mongóis e soviéticos aliados mortos na Segunda Guerra Mundial, quando conheceu alguns membros da equipe da Associação Evangelística Billy Graham.

No encontro, ele contou que estava preocupado com seus pais idosos que estavam doentes, além dos problemas legais que ele também enfrentava. Os evangelistas o encorajaram a confiar em Jesus entregando a ele suas preocupações e o convidaram para o Festival.

Chuluu, de 21 anos, compareceu durante as duas noites do evento. No domingo, ele foi uma das primeiras pessoas que se apresentaram quando Franklin Graham convidou o público a entregar suas vidas a Cristo.

Há oito anos Chuluu não seguia nenhuma religião. “Eu costumava ser budista, mas agora estou escolhendo Jesus”, ele compartilhou. “Jesus disse: ‘Se você crer em mim, seus pecados podem ser perdoados.’ Deus pode me perdoar”.

Naraa* também estava preocupava e seu rosto revelava sua tristeza. Ela estava desempregada e estava deprimida. “Quero ter amigos e trabalhar. Quero ser otimista”, disse ela.

Aos 37 anos, a mulher também compartilhou seu desejo de encontrar um homem gentil e se casar.

Naraa entendeu que decidir seguir Jesus não significava que seus problemas desapareceriam ou que ela teria uma vida perfeita. Mas a mensagem de Franklin Graham falou ao seu coração – e ela acreditava que Deus a amava.

Ao final, Naraa entregou sua vida a Jesus. No domingo à noite, ela levou esperança para casa.

Tsengel Ayush, uma das muitas voluntárias da igreja que ajudaram no Festival, contou sobre seu grande desejo de que outros encontrem a esperança que ela tem.

Após aceitar Cristo como seu Salvador aos 18 anos, ela se tornou uma das primeiras cristãs da Mongólia no início dos anos 90.

Mãe de três filhos e esposa do pastor, ela disse que Ulaanbaatar não é um lugar fácil de se viver, pelos invernos muito rigorosos. Na verdade, é a capital mais fria do mundo. Além disso, o abuso doméstico é um grande problema, e muitos estão endividados porque os salários são baixos e as despesas são altas.

Embora essas e outras coisas estejam fora de seu controle, Ayush está confiando em Deus para o futuro de sua cidade. Ela diz que está orando por aqueles que encontraram a Verdade neste fim de semana – para se tornarem os verdadeiros cidadãos de Ulaanbaatar.

Em Filipenses 3:20, a Bíblia diz: “Nossa pátria está nos céus, e de lá esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo”.

Muitos na Steppe Arena garantiram seu lugar no céu neste fim de semana.

“Este Festival é um grande investimento para o Corpo de Cristo da Mongólia”, disse Ayush. “Estou orando para que aqueles que ouviram o Evangelho não se desviem e que o Corpo de Cristo se multiplique e impacte as gerações futuras.”

Antes de deixar o palco no domingo, Franklin Graham agradeceu a Deus por uma grande colheita de crentes: “Nós amamos seu país e amamos vocês. Louvamos a Deus pelo que Ele fez aqui esta noite”.

*Nomes alterados por questões de privacidade.

Fonte: Guia-me com informações de Associação Evangelística Billy Graham

SIGA O FOLHAGOSPEL NO INSTAGRAM: @FOLHAGOSPEL



Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais