Mais de 20 cristãos são mortos por terroristas na Nigéria


Cristãos choram a morte dos entes queridos na Nigéria (foto representativa)
Cristãos choram a morte dos entes queridos na Nigéria (foto representativa)

Mais de 20 cristãos foram mortos em ataques terroristas em duas áreas do estado de Taraba, na Nigéria, na primeira quinzena de agosto, informou o site Morning Star News.

“Assassinatos constantes e mutilações de cristãos inocentes por terroristas e pastores bandidos se tornaram muito comuns aqui no estado de Taraba”, disse Ayuba Matthew, um morador da área de Bali.

Segundo Matthew, os crimes são de autoria de pastores (agricultores) Fulani e outros terroristas. As mortes aconteceram nos condados de Gassol e Bali nas duas primeiras semanas do mês.

Matthew também confirmou que “os sequestros de cristãos se tornaram um problema.”

Um professor católico foi sequestrado em uma igreja no domingo (14), no condado de Gassol, por volta das 22h. O catequista Gideon Tsehemba foi levado por terroristas ligados a da Província da África Ocidental do Estado Islâmico (ISWAP), disse o pároco Lawrence Awua.

“Os terroristas do ISWAP invadiram as instalações de nossa igreja no domingo, 14 de agosto, quando já estávamos em nossos quartos”, disse Awua ao Morning Star News em uma mensagem de texto.

“Eles atiraram indiscriminadamente nas dependências da igreja. Nosso catequista, Gideon Tsehemba, foi arrastado à força para fora da igreja com uma arma apontada para ele. Eu já estava no meu quarto, mas pensaram que não havia ninguém por perto, exceto o catequista”.

Os sequestradores não fizeram contato com ninguém da igreja, disse ele. “Esperamos e rezamos para que não machuquem o catequista”, disse Awua.

Os assassinatos e sequestros nos dois condados deslocaram mais de 10.000 pessoas das aldeias predominantemente cristãs de Karal, Ndiyanwo, Wurojam, Aenama, Garin Karfe, Wuro Jingi, Jauro Manu, Garin Gidado, Gurowa, Karekuka e Chul, disse ele.

Detalhes sobre os ataques

Na tarde de domingo (14), na vila de Borno-Kurku, no condado de Bali, terroristas atiraram e feriram um cristão, chamado Tavershima Faga.

“Ele estava voltando para sua casa de sua igreja após o culto por volta das 14h quando os terroristas atiraram nele”, disse Dorcas Titus, moradora da área. “Ele está atualmente recebendo tratamento em um hospital local aqui.”

Na sexta-feira (12), homens armados atacaram a vila cristã de Karekuka, no condado de Gassol, matando 13 pessoas, incluindo seis que, ao tentar se defender, atiraram e mataram seis dos agressores, segundo a imprensa local.

A ISWAP, uma ramificação do Boko Haram, descreveu seus agentes como “soldados do califado na Nigéria central”.

Embora o ISWAP tenha realizado ataques no nordeste da Nigéria há muito tempo, os extremistas islâmicos não estavam ativos em Taraba até um ataque ser realizado pela primeira vez, em 19 de abril, matando seis cristãos.

Fonte: Guia-me com informações de Morning Star News



Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais