Muçulmano encontra Jesus em sonho e inicia igreja doméstica nas Filipinas


Cristão ex-muçulmano, mesmo sendo perseguido, permaneceu com Cristo.
Cristão ex-muçulmano, mesmo sendo perseguido, permaneceu com Cristo.

Em países em que o acesso ao Evangelho é difícil, Deus tem usado meios extraordinários para salvar os perdidos.

Ali*, um cristão no sul da Filipinas, é um desses casos. Nascido em uma família muçulmana, ele nunca havia tido contato com o cristianismo até ter um encontro com Jesus através de um sonho.

“Deus me encontrou em um sonho, me mostrando uma luz brilhante e me dizendo para ir a um prédio desconhecido para mim: uma igreja”, contou Ali, à Portas Abertas.

O muçulmano saiu por sua cidade procurando o prédio do sonho. Quando o encontrou, um líder de jovens da igreja o comprimentou e o convidou para entrar.

O cristão, um ex-muçulmano, respodeu as perguntas de Ali sobre Jesus e o cristianismo.

Entendendo as boas notícias do Evangelho, o muçulmano aceitou Cristo. Porém, ao voltar para sua comunidade islâmica como um crente convertido, enfrentou perseguição e pressões para voltar ao islã.

Perseguido e pressionado

“Foi muito difícil, as pessoas me chamavam de ‘cristianizado’ e ficaram desapontadas comigo por me converter”, disse Ali.

“Irritado com a forma como fui tratado, deixei a igreja e zombei do cristianismo”.

Mas, quando sua mãe ficou doente, ele reencontrou Jesus, como uma rocha firme em meio a tempestade.

“Quando minha mãe estava morrendo, fiquei chocado porque estava chamando Isa Almasih (Jesus). Ela aceitou a Cristo antes de sua morte. Sua fé me lembrou do chamado de Deus. Voltei para Cristo, pronto para servi-lo mais uma vez”, testemunhou Ali.

Hoje, o ex-muçulmano serve a Deus com coragem e zelo, e ainda lidera uma igreja doméstica com sua família.

Neste ano, Ali irá discipular outros ex-muçulmanos que receberam Jesus como Senhor de suas vidas.

Fonte: Guia-me com informações de Portas Abertas dos EUA



Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais