“O povo do Afeganistão está preso em uma jaula”, denuncia pastor


Cristãos no Afeganistão
Cristãos no Afeganistão

O Afeganistão vem sofrendo uma grave crise humanitária, depois que o grupo extremista Talibã retomou ao poder em agosto de 2021.

Somada ao colapso econômico e a desastres naturais, o povo afegão sofre com a opressão islâmica, que retirou a liberdade de um país inteiro.

O grupo muçulmano deseja impor a Sharia (lei islâmica) a qualquer custo, mesmo que para isso seja necessário matar as pessoas que não concordam com suas regras extremamente rígidas.

No caso das minorias religiosas, há assédio, detenção e morte por causa de fé e crenças. Milhares de pessoas já fugiram do país por esse motivo e os cristãos, judeus, hindus [entre outras crenças], que permaneceram, vivem escondidos.

A situação é ainda pior para as mulheres que foram apagadas com os novos regulamentos do Talibã. Os radicais decretaram o uso obrigatório da burca, que cobre todo corpo e rosto das afegãs.

Além disso, meninas e mulheres foram proibidas de irem à escola e à faculdade. O regime fundamentalista já prendeu várias ativistas que defenderam os direitos das mulheres, conforme já noticiou o Guiame.

“Verdadeiramente, o povo do Afeganistão está preso em uma jaula; homens, mulheres e crianças, todos privados da liberdade de pensar e viver livremente de diferentes maneiras”, relatou um pastor afegão, em entrevista recente à TV cristã SAT-7.

O canal SAT-7 tem levado a esperança do Evangelho a uma das regiões mais restritas ao cristianismo no mundo, o Oriente Médio e o Norte da África.

Em dos momentos mais críticos para o Afeganistão, a TV missionária está transmitindo dois programas no dialeto Dari, “Secret of Life” e “Window of Light”, com o propósito de encorajar os afegãos através da Palavra de Deus.

“Não temos transmissão via satélite, mas podemos usar tecnologias novas e emergentes para alcançar as pessoas com o Evangelho. Há alguns anos, estávamos apenas sonhando com essa tecnologia”, explicou Joe Willey do SAT-7.

A programação tem fortalecido os crentes no Afeganistão e levado muitos afegãos a Jesus. Uma mulher chamada Farah* entrou em contato com o canal para testemunhar que havia encontrado os programas em Dari e se tornado cristã.

*Nome alterado por razões de segurança.

Fonte: Guia-me com informações de Mission Network News

SIGA O FOLHAGOSPEL NO INSTAGRAM: @FOLHAGOSPEL



Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais