União Batista do Reino Unido torna público processo interno sobre casamentos do mesmo sexo


Uma imagem da assembleia da União Batista da Grã-Bretanha de 2022.
Uma imagem da assembleia da União Batista da Grã-Bretanha de 2022.

Baptists Together (a maior União Batista do Reino Unido) tornou público seu processo interno para ouvir diversas perspectivas sobre o casamento dentro da denominação após receber um pedido para alterar suas “regras de reconhecimento ministerial”.

Um grupo de 70 membros, a maioria deles pastores, escreveu ao conselho nacional, pedindo para mudar uma cláusula que diz que “relação sexual e outras atividades sexuais genitais fora do casamento (definidas exclusivamente como entre um homem e uma mulher)” é “má conduta grosseira”. A carta pedia ao conselho que removesse a seção entre parênteses, para não limitar o casamento a uniões heterossexuais.

Processo aberto, decisão “não será apressada”

“Criar um processo que considere e responda a esta questão de uma forma que reflita todo o nosso movimento batista” tem sido a prioridade desde que o pedido foi feito em 2020, disse a secretária geral da denominação, Lynn Green. Muito esforço, ela acrescentou, tem sido investido em ouvir todas as posições teológicas, bem como testemunhos de igrejas em todo o país.

A posição da liderança do Baptists Together é que “ não devemos nos apressar enquanto buscamos um caminho a seguir”. Não se espera uma decisão este ano.

Em um contexto de “acalorado debate” acontecendo entre os batistas do Reino Unido, Lynn Green disse que percebeu que “isso será muito difícil para aqueles que levantaram a questão e também para aqueles para quem a resposta é clara”. A questão em jogo deve ser considerada “em oração” por todas as igrejas, pois todos estão “muito conscientes do significado de qualquer possível mudança”.

Uma reunião do Conselho da União Batista em março incluiu tempo para ouvir e discutir sobre as posições de ministros e igrejas em relação ao casamento e ministério. Afirmava que “os sentimentos são profundos e cada um de nós procura ser fiel a Cristo”.

Grandes diferenças teológicas

Nos últimos anos, algumas igrejas batistas locais no Reino Unido com uma abordagem liberal ao casamento se registraram para poder se casar com casais do mesmo sexo .

Outros defendem a compreensão bíblica tradicional de casamento e sexualidade e expressaram que a abertura para casamentos entre pessoas do mesmo sexo na liderança ministerial poderia quebrar a denominação batista.

Folha Gospel com informações de Evangelical Focus

SIGA O FOLHAGOSPEL NO INSTAGRAM: @FOLHAGOSPEL



Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais